Curso de Gestão e Planejamento de Mudanças Residenciais

08/07/2019 - Mix Utilidades SC

 

Depois de cinco anos no mercado de Personal Organizer fazendo organização de mudanças e percebendo a grande oportunidade que esse momento oferece, resolvi criar este curso que mostra como planejar uma mudança residencial da forma mais tranquila e metodológica. Todo material foi desenvolvido através da minha prática levando em consideração muita observação para transformar o que parece caos em possibilidade de começar uma nova fase da vida com melhores hábitos.


O curso se divide em quatro partes:

1) Planejando: Antes, durante e depois.

2) Desmontando: Preparação da casa antiga, descartes e material necessário.
Embalagem;
Checklist para cada fase.

3) Transportando: Caminhão de mudança, saída e chegada.

4) Montando: Primeiro dia, casa nova, abrindo caixas e organizando a casa.

 

O segmento de Gestão de Mudança Residencial é um dos que mais crescem, as pessoas não param de se deslocar, sendo assim, o investimento já retorna no primeiro trabalho, levando em consideração que só uma consultoria de 01 dia, feita antes da mudança custa em média, R$ 600,00 no mercado.

vagas limitadas
12X de R$81,00

10 dicas básicas de como fazer uma mudança sem enlouquecer (muito).

Depois de seis anos no mercado de Personal Organizer fazendo organização de mudanças e percebendo a grande oportunidade que esse momento oferece, resolvi criar um curso que mostra como planejar uma mudança residencial da forma mais tranquila e metodológica, a seguir darei algumas dicas para as pessoas que estarão nesse processo:

1 – Divida sua mudança em quatro partes: planejamento, desmontagem, transporte,  montagem

2 – Planejar nada mais é do que fazer um grande checklist de todos os passos. Para facilitar, faça um para a casa atual e outro para a nova. Na atual, pense em tudo o que deve ser desligado ou transferido; fique atento às datas. Na casa nova, veja se é necessário alguma reforma, se precisa de armário, confira as datas para instalações de energia, gás, telefone, banda larga, etc. E faça uma planta baixa, mesmo que rabiscada, com todas as medidas e local com portas e janelas. Essa medida ajuda a entender se o que você tem hoje vai caber no espaço. Por fim, pinte um cômodo de cada cor, depois explicamos o motivo.

 

3 – Procure saber das regras do condomínio, quais dias da semana e horários permitidos para mudança, larguras de portas, elevadores exclusivos, escadas largas e se alguma coisa precisará ser içada, pois nem toda transportadora tem esse serviço.

 

4 – Na desmontagem, lembre-se de, em primeiro lugar, fazer uma caixa que chamamos de “primeiro dia na casa nova”. Se sua família já vai para casa junto com a mudança, é importante colocar nesta caixa um “kit de sobrevivência”: alguns pratos, talheres, copos, toalhas de banho, papel higiênico, roupas de cama, um microondas e alguns brinquedos no caso de crianças. E ainda fazer uma mochila com coisas pessoais de cada um, uniformes, pijamas, itens de higiene, etc.

 

5 – Na hora da desmontagem, descarte aquilo que você e sua família não usam há mais de um ano ou aquelas coisas que estavam lá no fundo do armário e não eram vistas. Afinal, como sempre destacamos, se não era visto não era lembrado, o que não é lembrado não é usado. Então qual a serventia?  Fora o que não vai caber na casa nova ou o que já não está em bom estado.

 

6 – Na hora de colocar os objetos nas caixas, faça uma pequena lista do conteúdo e coloque uma etiqueta com a cor do cômodo correspondente que escolheu pintar na planta, lembra?

 

7 – A escolha da empresa de transporte é fundamental para sua tranquilidade. Observe o serviço oferecido de embalagem, que tipo de equipamento será usado para o transporte, como cases para aparelhos eletrônicos, além de cabideiros especiais para roupas. Fique atento ao seguro, qual é a seguradora e o que é assegurado. Não economize nesse item.

 

8 – Procure saber se o caminhão pode entrar no condomínio ou se, para ficar parado na rua, precisa de autorização da prefeitura.

 

9 – Coloque a cor correspondente (lembra?) no portal de cada cômodo e vá direcionando as caixas para os seus respectivos lugares. Isso ajuda muito a não ter que ficar andando com as coisas de lá pra cá, economizando muito tempo e trabalho.

 

10 – Agora é só escolher o melhor lugar para cada coisa e ser muito feliz na sua nova casa.

 

Achou complicado? Imagine sem fazer esse planejamento?

Agora, se você fizer o nosso curso vai aprender essas e muitas outras técnicas.

Se mesmo assim você achar difícil, Contrate uma Personal Organizer e seja feliz!!!